Convênios

Lista de convênios firmados pela a entidade.

Convênio: 782758
Principais informações

Vigência: 04/07/2013

Data da publicação: 22/07/2013

Data da celebração: 02/07/2013

Conta bancaria: 221961

Informações do objeto

7º Festival Mel Chorinho e Cachaça

CONTRAPARTIDA
R$ 4.357,00
TRANSFERÊNCIA
R$ 100.205,00
PACTUADA
R$ 104.562,00
Informações do concedente

Concedente: MINISTERIO DO TURISMO

Responsável: VINICIUS RENE LUMMERTZ SILVA

Informações do convenente

Convenente: MUNICIPIO DE VICOSA DO CEARA/PREFEITURA MUNICIPAL

Responsável: DIVALDO CARNEIRO SOARES

Sem informações até o momento

7º Festival Mel Chorinho e Cachaça a ser realizado nos dias 19, 20 e 21 de Julho de 2013, no município de Viçosa do Ceará. Viçosa do Ceará é um Município do Estado brasileiro do Ceará. Localiza-se na microrregião da Ibiapaba, Mesorregião do Nordeste Cearense. Foi criado em 1882. O município tem 54.961 habitantes (IBGE 2010), sendo a densidade demográfica de 42,2 hab/km². A população urbana está estimada em 32,4%, o que o caracteriza como município com predominância rural. Tem como principais pontos turísticos a Igreja do Céu: Ponto mais alto da cidade com uma capela dedicada a Nossa Senhora das Vitórias. No alto do templo surge a imagem do Cristo Redentor. O Pólo Turístico dispõe de restaurante, telefone público, centro de convenções, biblioteca, banheiros, área de estacionamento, palco para shows, calçadão e boxes para venda de artesanato e as delícias da culinária local. Para chegar ao local a escolha fica a critério do turista, de carro ou a pé pelos 334 degraus que dão acesso ao santuário. O Festival Mel, Chorinho e Cachaça foi idealizado no ano de 2007, objetivando realizar um evento voltado ao fortalecimento e a consolidação das manifestações culturais e ao lazer e entretenimento do povo da Serra da Ibiapaba e de todos os visitantes que queiram participar de um evento bem diferenciado e pioneiro no Estado do Ceará. Um Festival para todos os sentidos: Agronegócios, Gastronomia, Cultura e Turismo, com a proposta de fortalecer a cadeia produtiva do mel e da cachaça, desenvolver o turismo rural e cultural e colocar a Região Ibiapaba no calendário nacional dos Grandes Festivais dos Pais. Além de toda propositura artística e cultural, o projeto se tornou hoje um atrativo turístico a esse município, movimentando, também a economia durante os dias de realização do Festival. Neste cenário repleto de delicadeza reúnem-se grandes mestres e novos talentos de um dos mais ricos gêneros musicais do mundo, o Choro. As edições anteriores dão conta de média de público de 15 mil pessoas em 2010, 18 mil pessoas em 2011 e 21 mil pessoas em 2012. A 7ª Edição Festival estará revestida de um cuidado desde o seu início de traduzir o que há de mais genuíno na expressão da música brasileira. Um compromisso com a qualidade, com a valorização dos pequenos produtores, com a excelência dos serviços oferecidos aos turistas e com o cuidar daquilo que nos é ofertado gratuitamente, a natureza. Os princípios que regem o projeto primam pelo desenvolvimento sustentável da região, através da valorização do que melhor pode-se extrair dela sem agredir nem alterar seu percurso. Música, natureza e negócios integrados em harmonia e em prol da comunidade. Todas as edições anteriores foram coroadas de sucesso. É um evento consolidado com um público seleto em todas edições, vindo principalmente dos Estados do PI, MA e outros estados do Brasil com média de público para edição de 2013 de, aproximadamente, 24.000 participantes, durante os 03 (três) dias de evento. Trata-se de evento totalmente gratuito, sem exploração de área restrita. São possíveis parceiros nessa edição 2013, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e pequenas Empresas – SEBRAE/CE e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – Senac. Um dos princípios do projeto Mel, Chorinho e Cachaça é o aproveitamento de todo o potencial da Região da Ibiapaba, constituída de nove municípios com grande apelo para o turismo e o agronegócio. Isso pode estar descrito em vários resultados observados nas seis primeiras edições do festival. O referido Festival trouxe para a Região da Ibiapaba a perspectiva de se pensar e se criar um modelo de desenvolvimento integrado, idealizado para atender uma demanda sustentada nos talentos locais, sem perder de vista a possibilidade de absorção de outras linguagens artísticas e econômicas. Empregos estão sendo gerados, deixando claro que apesar de ir apenas para sua sétima edição, o projeto propõe claramente um legado. Tem-se como resultados esperados o fortalecimento da cadeia produtiva do mel e da cachaça, intercâmbio cultural e formação artística, fortalecimento do turismo Cultural da Ibiapaba; Resgate histórico dos Engenhos e Capacitação Técnica dos produtores, visando o aperfeiçoamento dos processos de fabricação do mel e da cachaça através de capacitações técnicas. O Projeto contribui com a integração da região da Ibiapaba, através de um projeto comum, capaz de impulsionar o desenvolvimento da cadeia produtiva do agronegócio, agregando valores culturais ao potencial turístico da região. Ressalte-se que o Município de Viçosa é conhecido por incentivar a cultura popular nos seus mais diversos segmentos, por ser uma cidade que cultiva tradições populares, tais como Festival Música na Ibiapaba, Carnaval da Cidade, A Paixão de Cristo, FEMUV (Feira do Município de Viçosa do Ceará), Festejo de Nossa Senhora da Assunção, Ciclo Natalino e Réveillon, característica importante para o fortalecimento do município como destino turístico e cultural em nosso Estado.
   
   
Voltar    

Qual o seu nível de satisfação com essa informação?


Muito insatisfeito

Um pouco insatisfeito

Neutro

Um pouco satisfeito

Muito satisfeito