Convênios

Prestação de contas: 782758

Principal informações

Data da publicação

22/07/2013

Data da celebração

02/07/2013

Virgência

04/07/2013

Contra partida

4.357,00

Transferência

100.205,00

Pactuado

104.562,00

Informações do concedênte

Concedênte Responsável concedênte
MINISTERIO DO TURISMO VINICIUS RENE LUMMERTZ SILVA

Informações do convenente

Convenente Responsável convenente
MUNICIPIO DE VICOSA DO CEARA/PREFEITURA MUNICIPAL DIVALDO CARNEIRO SOARES

7º Festival Mel Chorinho e Cachaça

7º Festival Mel Chorinho e Cachaça a ser realizado nos dias 19, 20 e 21 de Julho de 2013, no município de Viçosa do Ceará. Viçosa do Ceará é um Município do Estado brasileiro do Ceará. Localiza-se na microrregião da Ibiapaba, Mesorregião do Nordeste Cearense. Foi criado em 1882. O município tem 54.961 habitantes (IBGE 2010), sendo a densidade demográfica de 42,2 hab/km². A população urbana está estimada em 32,4%, o que o caracteriza como município com predominância rural. Tem como principais pontos turísticos a Igreja do Céu: Ponto mais alto da cidade com uma capela dedicada a Nossa Senhora das Vitórias. No alto do templo surge a imagem do Cristo Redentor. O Pólo Turístico dispõe de restaurante, telefone público, centro de convenções, biblioteca, banheiros, área de estacionamento, palco para shows, calçadão e boxes para venda de artesanato e as delícias da culinária local. Para chegar ao local a escolha fica a critério do turista, de carro ou a pé pelos 334 degraus que dão acesso ao santuário. O Festival Mel, Chorinho e Cachaça foi idealizado no ano de 2007, objetivando realizar um evento voltado ao fortalecimento e a consolidação das manifestações culturais e ao lazer e entretenimento do povo da Serra da Ibiapaba e de todos os visitantes que queiram participar de um evento bem diferenciado e pioneiro no Estado do Ceará. Um Festival para todos os sentidos: Agronegócios, Gastronomia, Cultura e Turismo, com a proposta de fortalecer a cadeia produtiva do mel e da cachaça, desenvolver o turismo rural e cultural e colocar a Região Ibiapaba no calendário nacional dos Grandes Festivais dos Pais. Além de toda propositura artística e cultural, o projeto se tornou hoje um atrativo turístico a esse município, movimentando, também a economia durante os dias de realização do Festival. Neste cenário repleto de delicadeza reúnem-se grandes mestres e novos talentos de um dos mais ricos gêneros musicais do mundo, o Choro. As edições anteriores dão conta de média de público de 15 mil pessoas em 2010, 18 mil pessoas em 2011 e 21 mil pessoas em 2012. A 7ª Edição Festival estará revestida de um cuidado desde o seu início de traduzir o que há de mais genuíno na expressão da música brasileira. Um compromisso com a qualidade, com a valorização dos pequenos produtores, com a excelência dos serviços oferecidos aos turistas e com o cuidar daquilo que nos é ofertado gratuitamente, a natureza. Os princípios que regem o projeto primam pelo desenvolvimento sustentável da região, através da valorização do que melhor pode-se extrair dela sem agredir nem alterar seu percurso. Música, natureza e negócios integrados em harmonia e em prol da comunidade. Todas as edições anteriores foram coroadas de sucesso. É um evento consolidado com um público seleto em todas edições, vindo principalmente dos Estados do PI, MA e outros estados do Brasil com média de público para edição de 2013 de, aproximadamente, 24.000 participantes, durante os 03 (três) dias de evento. Trata-se de evento totalmente gratuito, sem exploração de área restrita. São possíveis parceiros nessa edição 2013, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e pequenas Empresas – SEBRAE/CE e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – Senac. Um dos princípios do projeto Mel, Chorinho e Cachaça é o aproveitamento de todo o potencial da Região da Ibiapaba, constituída de nove municípios com grande apelo para o turismo e o agronegócio. Isso pode estar descrito em vários resultados observados nas seis primeiras edições do festival. O referido Festival trouxe para a Região da Ibiapaba a perspectiva de se pensar e se criar um modelo de desenvolvimento integrado, idealizado para atender uma demanda sustentada nos talentos locais, sem perder de vista a possibilidade de absorção de outras linguagens artísticas e econômicas. Empregos estão sendo gerados, deixando claro que apesar de ir apenas para sua sétima edição, o projeto propõe claramente um legado. Tem-se como resultados esperados o fortalecimento da cadeia produtiva do mel e da cachaça, intercâmbio cultural e formação artística, fortalecimento do turismo Cultural da Ibiapaba; Resgate histórico dos Engenhos e Capacitação Técnica dos produtores, visando o aperfeiçoamento dos processos de fabricação do mel e da cachaça através de capacitações técnicas. O Projeto contribui com a integração da região da Ibiapaba, através de um projeto comum, capaz de impulsionar o desenvolvimento da cadeia produtiva do agronegócio, agregando valores culturais ao potencial turístico da região. Ressalte-se que o Município de Viçosa é conhecido por incentivar a cultura popular nos seus mais diversos segmentos, por ser uma cidade que cultiva tradições populares, tais como Festival Música na Ibiapaba, Carnaval da Cidade, A Paixão de Cristo, FEMUV (Feira do Município de Viçosa do Ceará), Festejo de Nossa Senhora da Assunção, Ciclo Natalino e Réveillon, característica importante para o fortalecimento do município como destino turístico e cultural em nosso Estado.

Sem informações até o momento

Sem informações até o momento

221961

   
Voltar    

OUTROS CONVÊNIOS

DATA INÍCIO | 18 DE NOVEMBRO DE 2013
   
Existe(m) 7 convênio(s) cadastrados até o momento.

Prefeitura Municipal de Viçosa do Ceará

LOCALIZAÇÃO

 Praça Clóvis Beviláqua, nº S/N Solar da Marcela

 (88) 3632-1144

 prefeito@vicosa.ce.gov.br

REDES SOCIAIS